quarta-feira, 23 de março de 2016


ALMAS EM PROVA






Ao pé dos semelhantes cala o impulso da maldição que começa na leviandade e na crítica.





É possível estejas atravessando a provação de observar criaturas queridas nas sombras de provação maior.

Almas queridas anestesiadas no esquecimento de obrigações que lhes dizem respeito; companheiros dominados por enganos que lhes furtaram a paz; filhos que se terão marginalizado em desequilíbrio; e amigos que se afirmam cansados de esperar pela vitória do bem para abraçarem depois larga rede de equívocos que se lhe farão caminhos dolorosos...

Ao invés de reprova-los, compadece-te deles e continua fiel ao trabalho de elevação que esposaste.

Se permanecem contigo, tolera-lhes com bondade os impulsos de incompreensão, auxiliando-os, quando puderes, a fim de que se retomem na segurança de que se distanciam.

Se te abandonam,não lhe impeças a marcha, no rumo das experiências para as quais se dirigem.

Sobretudo, abenço-os com os teus melhores pensamentos de proteção.

Recorda que se consegues ajuizar quanto às necessidades de alma que patenteiam, é forçoso reconhecer que são eles doentes perante a sanidade em que te mostras.

Busca entender-lhes a pertubação e ora por eles.

São companheiros que a rebeldia alcançou em momentos de crise; corações que se renderam ao materialismo que admite os prodígios da vida unicamente por um dia; seres amados que ainda não suportam a disciplina pelo próprio burilamento ante a imaturidade em que se encontram ou espíritos queridos sob hipinose da obsessão.

Embora pareça não te amem, ama-o mesmo assim.

Entretanto, se te permutam a fé por insegurança ou se trocam a luz pelo nevoeiro, não precisas acompanhá-los porque os ames.

Se tudo já fizeste para sustenta-los em paz, entrega-os à escola do tempo que de ninguém se desinteressa.

Os que procuram voluntariamente espinheiros e pedras na retaguarda, um dia voltarão à seara do bem que deixaram...

Onde estiveres, abençoa-os.

Como estiverem, abençoa-os.

E ainda que isso te doa ao coração, continua fiel a ti mesmo, no lugar de servir que  avida te confiou, porque Deus protege e restaura no mesmo infinito amor com que vela por nós.

Teus mais íntimos pensamentos são ímãs vigorosos trazendo-te ao rodeio as forças que procuras.



EMMANUEL, através da psicografia de Francisco Cândido Xavier, 
no Livro IRMÃO, Instituto de Divulgação Editora André Luiz, 


São Paulo, maio de 1980.


quinta-feira, 3 de março de 2016

    
Uma das atividades que apresenta significativos resultados no que diz respeito a Evangelizar-se ou Evangelizar o outro, é o Culto no Lar ou Evangelho no Lar. Montamos em formato de revista digital o passo a passo para nortear a "implantação" deste hábito. Com o tempo, você e sua família poderão personalizar este bendito encontro. 
     
Sempre guiando-se pelas dicas básicas de nossos amigos espirituais de como proceder. Acesso o link e bom encontro em família. 
     
Aproveitem!

CLIQUE AQUI - PASSO A PASSO - EVANGELHO NO LAR

TUDO QUE TREINAMOS DESDE CEDO, DESENVOLVE-SE COM MAIS CLAREZA!

Evangelizar é oferecer às nossas crianças e jovens a Educação Integral

       "Um fator vital em nossa própria busca por evolução é o equilíbrio entre os diversos aspectos do nosso desenvolvimento. Sabemos que a intelectualidade sem amor nos conduz a abismos seculares e que o sentimento desvairado pode nos aprisionar na ignorância e no fanatismo. Sabemos também que, ao longo da nossa jornada evolutiva, devemos desenvolver todas as nossas potencialidades – pensar (pensamento), sentir (sentimento) e fazer (vontade) - e alcançarmos a condição de anjos em todas as virtudes e de sábios em todas as ciências.
      Educar, assim, tanto para os fins da existência presente, quanto para as nossas metas eternas, deve ser uma ação que desperte de maneira equilibrada e integrada todas as forças da alma. A Educação deve se dirigir ao sentimento e instrução à inteligência, para formar pessoas saudáveis da alma e do corpo.
     Pestalozzi, que se preocupava bastante com o aspecto global e equilibrado que deve ter a Educação, resumiu a questão na sua famosa tríade: educar o coração, a cabeça e as mãos. Por educar o coração, entendia fazer brotar o amor a Deus a ao próximo; como educar a cabeça, referia-se à formação da inteligência, não no sentido de entupir a memória com informações, mas de desenvolver o ímpeto de observar, analisar, deduzir e pensar; e, afinal, educar as mãos era para ele tanto estimular atividades manuais e o trabalho em geral, quanto cultivar a agilidade, a saúde e a harmonia do corpo.
      Para melhor entendermos a importância de uma educação integral, observemos os pássaros que voam rumo ao infinito. Somente o desenvolvimento harmônico das duas asas, possibilita um vôo seguro e tranqüilo. Assim também somos nós, pássaros em viagem rumo à eternidade. Somente conseguiremos voar com segurança se mantivermos nossas asas, ou seja, a asa da instrução e a asa da educação moral, em perfeito equilíbrio e a isso damos o nome de Educação Integral."
Claudia Werdine

    Diariamente, como pais e/ou responsáveis "damos duro" para oferecer aos nossos pequenos e aos nossos jovens oque há de melhor. Buscamos uma escola que se encaixe com nossos princípios, procuramos e pesquisamos a melhor assistência à saúde, recomendamos uma alimentação balanceada e na medida do possível buscamos atualizar os brinquedos e artigos eletrônicos, conforme idade e oferta de mercado. 
   Todos os aspectos acima abordados favorecem à Educação Integral, mas algo fundamental na formação dos nossos jovens ainda não foi citado. Você sabe do que estamos falando? 
     Queremos chama-lo a compreender a importante missão que lhe foi confiada.
    Recebemos o privilégio de despertar em nossos "pequenos" as Leis Divinas que ali já estão. Pois a criança é um espírito em evolução, o qual ao encarnar traz consigo em forma de "bagagem" as impressões de experiências vividas nas outras vidas. Sejam estas boas ou ruins; precisam ser orientadas.  E oferecer TODAS as ferramentas para uma vida saudável, requer incluir em nosso repertório de ofertas a Evangelização, como meio de autoconhecimento e consequentemente fortalecedor das estruturas emocionais e espirituais.  
    "É no âmbito das microautoridades domésticas, as autoridades do lar - pais, mães, tios e avós - que se encontram as chaves de uma feliz experiência educativa, considerando-se que ninguém conseguirá solucionar de modo definitivo todos os problemas do mundo, se não for por meio do trabalho hercúleo de orientar os seres para as práticas de renúncias e de seriedade, de devotamento e de amor, de sacrifícios e de bons exemplos, trabalho esse que se chama educação."   Espírito Camilo                                                                                
   Eis aqui um convite para prepararmos nossas crianças e nossos jovens para viver suas experiências terrenas e enfrentar as adversidades da vida com base nos postulados do Evangelho.

    Para colaborarmos nesta magnífica tarefa, estaremos disponibilizando dicas, "deveres de casa" e sugestões na intensão de que seja de vitórias o resultado do seu trabalho. Vamos cuidar do futuro de nossas crianças, pois eles são o futuro. 


Uma das atividades que apresenta significativos resultados no que diz respeito a Evangelizar, é o Culto no Lar ou Evangelho no Lar. Montamos em formato de revista digital o passo a passo para nortear a "implantação" deste hábito. Com o tempo, você e sua família poderão personalizar este bendito encontro. Sempre guiando-se pelas dicas básicas de nossos amigos espirituias de como proceder. Acesso o link e bom encontro em família. Aproveitem!
CLIQUE AQUI - PASSO A PASSO - EVANGELHO NO LAR










Estamos preparando outras sugestões ...
Em breve estaremos trazendo a importância de frequentar uma Casa Espírita e frequentar as sessões de passe, focando no tema Evangelização.
- BREVE COMPLEMENTO DE DICAS E ORIENTAÇÕES - AINDA EM CONSTRUÇÃO - 


Bibliografia:
Novo Testamento - Mateus 20: 1,16
Evangelho Segundo Espiritismo - Capítulo 20 item 4
Livros dos Espíritos - Questão 385
Cartilha Neo-Espírita - Dr. Penna Ribas


terça-feira, 1 de março de 2016

TEMAS PALESTRAS - MARÇO 2016 - 20h

02.03 - Emancipação da Alma - Letargia, catalepsia e mortes aparentes / Sonambulismo.
09.03 - Intervenção dos Espíritos no mundo corporal - Penetração de nosso pensamento pelos espíritos / Pressentimentos
16.03 - Intervenção dos Espíritos no mundo corporal  - Influência dos espíritos sobre os acontecimentos da vida / Bençãos
23.03 - Ocupações e Missões dos Espíritos
30.03 - Lei Divina ou Natural