terça-feira, 30 de junho de 2015

30 DE JUNHO - DIA DO ESPÍRITA

A data ficou sendo 30 de Junho, em homenagem ao dia da passagem de Francisco Cândido Xavier, que fisicamente nos deixou aos 92 anos de idade. Nascido em Pedro Leopoldo (Minas Gerais), em 2 de abril de 1910, sua obra o tornou o mais reconhecido dos espíritas brasileiros e, depois, um dos maiores do mundo. Levado pela família à educação católica, nosso Chico Xavier teve sua 1ª. experiência com a fé espírita em 1927. 


Por tudo isso a instituição do “Dia do Espírita” nada mais é que nossa justa homenagem a quem deixou mais que palavras escritas. Deixou obras sociais. Vale lembrar que o Brasil é considerado o maior país de espíritas do mundo e que Chico Xavier atuou na linha do “Kardecismo”. 

Este nome derivou dos estudos do codificador dos princípios e leis revelados por espíritos superiores, o espírita francês de codinome Allan Kardec ( Século 19). Se houve um grande crescimento da doutrina espírita no Brasil, sem nenhuma dúvida, isso se deu pelo conjunto dos trabalhos de Chico Xavier. E, neste sentido, entre seus livros um dos destaques é “Brasil, Coração do Mundo Pátria  do Evangelho”. 



E o dia 18 de Abril é o Dia Nacional do Espiritismo data instituída através de um projeto da deputada federal Gorete Pereira (PL/CE), de número 291/2007, em homenagem ao lançamento do Livro do Espírita, de Alan Kardec, em 18 de abril de 1857. 

“Este livro foi todo decodificado pelos espíritos para o precursor do espiritismo, Alan Kardec. O lançamento ocorreu em Paris, na França. É considerado a base do espiritismo”, afirma a presidente da Federação Espírita Piauiense, Rosa Maria Araújo. Na obra, são abordados a existência de Deus, a vida após a morte, a reencarnação, as leis morais e a vida futura.


Vamos celebrar!

Com amor,
Casa Senhora do Carmo